ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Paraná

Tecpar retoma produção de kits contra brucelose e tuberculose
Tecpar

Objetivo é atender os pecuaristas brasileiros com produtos em quantidade, qualidade e com preço menor

31 de agosto 2022
Por CNA

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), por meio do seu laboratório de pesquisa e produção de insumos para diagnósticos veterinários, vai retomar a produção de doses para kits de brucelose e tuberculose bovina. O combate às duas doenças é o principal desafio sanitário depois que o Estado obteve o reconhecimento como área livre de febre aftosa sem vacinação, em maio de 2021, junto à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

A retomada da produção vai ocorrer após cinco anos, quando, em 2017, a planta foi paralisada para melhorias visando atender às exigências sanitárias legais. Antes, entre 1989 e 2016, o Tecpar foi responsável em produzir 87% das doses para o Programa Nacional de Controle e Erradicação de Brucelose e Tuberculose (PNCEBT), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Em 2016, último ano de atividade, o laboratório produziu 15 milhões de doses de insumos.

“Existe esta lacuna de produção de kits de diagnóstico. Hoje, os kits usados pelos nossos produtores vêm do Uruguai e, pouca coisa, de São Paulo. Vamos retomar a produção de sete insumos”, destaca Jorge Augusto Callado, diretor-presidente do Tecpar. “A retomada da produção é uma segurança a mais para a pecuária do Paraná. Nós precisamos estar atualizados, alinhados com quem compra os nossos produtos, pois daqui a pouco vão exigir que sejamos livres destas doenças também”, reforça Ágide Meneguette, presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR.

0

Diretoria do Tecpar apresentou projeto para dirigentes da FAEP e Conseleite

O projeto para a incorporação da planta, na sede do Tecpar em Curitiba, já está em andamento. No dia 13 de setembro será lançado o edital para a contratação da empresa responsável pela obra, com prazo de execução de 15 meses. Em 2023 está programada a licitação dos equipamentos e contratação e treinamento dos técnicos. Em 2024, o planejamento envolve a qualificação das áreas e equipamentos, início da produção dos lotes pilotos e registo dos produtos. Desta forma, em 2025, começa a produção e o abastecimento nacional com os produtos do Tecpar.

“Estamos nos reposicionando para vender para todo Brasil um produto mais barato, de qualidade e em quantidade”, garante Callado. “E vamos continuar pesquisando para desenvolver novas soluções”, completa.

Os insumos que serão produzidos, futuramente, pelo Tecpar incluem a Tuberculina PPD Bovina, Tuberculina PPD Aviária, Antígeno Acidificado Tamponado (AAT), Prova Lenta (PL) em tubos, Anel do Leite Ring Test (RT), kit para diagnóstico da brucelose ovina e kit para diagnóstico da leucose bovina.

Doenças

A brucelose e tuberculose são causadas por bactérias e seu controle exige a adoção de Boas Práticas Agropecuárias (BPA). Somente em prejuízos financeiros diretos, com o abate de animais infectados, estima-se mais de R$ 8 milhões por ano no Paraná.

A brucelose, causada pela bactéria Brucella abortus, afeta bovinos, suínos, equídeos, caprinos e ovinos, que podem continuar portadores até o fim da vida. Uma das maneiras de evitá-la e impedir a contaminação dos seres humanos é por meio da vacinação de bezerras e por meio de diagnósticos precisos para controlar a doença. A tuberculose bovina, causada pela bactéria Mycobacterium bovis , embora não tão comum no homem como a causada pela Mycobacterium tuberculosis , também pode afetá-lo. Nesse caso, é chamada Tuberculose Zoonótica.