ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Mato Grosso

Senar-MT prevê mais de mil ações até dezembro
07102020045317

Cerca de 150 treinamentos são de Normas Regulamentadoras obrigatórias para trabalho no campo

8 de outubro 2020
Por Senar

Faltando pouco mais de 80 dias para encerrar o ano, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) está com a agenda cheia. Até dezembro, cerca de 1.300 ações educacionais estão previstas para serem realizadas em todo o Estado.

Cerca de 10% dos treinamentos previstos são de Normas Regulamentadoras (NRs) relacionadas à segurança do trabalho no campo. Prestes a iniciar a safra da soja 2020/2021, as certificações são obrigatórias para os trabalhadores desempenharem atividades com máquinas e equipamentos, aplicação de defensivos agrícolas dentre outros.

Em Rondonópolis, foi concluído nesta quarta-feira, (07.10) o treinamento de NR 12 - máquinas e equipamentos. De acordo com o instrutor credenciado junto ao Senar-MT, Elvis Rodrigues, a flexibilização dos decretos influenciou o aumento da procura por capacitação. "A NR traz uma legalização sobre a atividade e com o retorno dos cursos no final do período da entressafra, houve uma brecha para aumento da procura pelos produtores".

O retorno às atividades segue as medidas de segurança sanitária para prevenção à Covid-19, bem como os respectivos decretos municipais. Marcos Bravin, presidente do Sindicato Rural de Primavera do Leste, destaca que foram feitas alterações nos treinamentos por conta da pandemia. "Agora estamos tendo mais procura e optamos por fazer em locais mais arejados, salas maiores para respeitar o distanciamento".

Primavera do Leste está entre os municípios mais demandados neste último trimestre, assim como Rondonópolis, Sinop e Sapezal. Todos possuem de 28 a 32 ações previstas nos próximos meses.

Com 11 ações estimadas, o presidente do Sindicato Rural de Santo Antônio do Leste, Olivo Beduschi, acredita que apesar do período suspenso, o Plano Anual de Trabalho (PAT) será cumprido. "Vamos cumprir a nossa meta do PAT. Tivemos poucas desistências, alguns treinamentos que adiamos já conseguimos repor e os demais vamos tentar viabilizar".