Logo CNA

Mato Grosso

Legado rural é apresentado em último encontro estadual do CNA Jovem
IMG 0343 1

Reunião foi realizada nos dias 23 e 24 de setembro, em Cuiabá

26 de setembro 2023

Por: Nágera Dourado

Fonte: Comunicação/ Senar-MT

Durante o terceiro e último encontro estadual do 5º Programa CNA Jovem – Jovens Líderes do Agro, participantes de Mato Grosso apresentaram o projeto Legado Rural. A iniciativa visa solucionar o desafio da sucessão de negócios no agro e será testada inicialmente nos municípios de Cáceres, Sinop e Sorriso, onde moram as jovens.

No encontro realizado nos dias 23 e 24 de setembro, em Cuiabá, elas detalharam sobre a ferramenta: uma matriz de risco, questionário que reunirá dados da propriedade, gestão e aspectos legais, cujo diagnóstico auxiliará na preparação para a sucessão, redução de conflitos geracionais e continuidade do empreendimento rural. A ideia é que a coleta de dados seja realizada com públicos específicos já na área de atuação de cada jovem profissional e na cidade em que residem.

O diretor de relações institucionais da Famato, Ronaldo Vinha, presente na reunião, explicou sobre a importância desse debate no setor. “Esse problema de sucessão afeta diretamente o produtor rural e esses estudos são essenciais para que seja dada continuidade ao negócio”, afirmou.

A proposta recebeu feedbacks, passará por adequações e testes. Para a engenheira agrônoma, Izabela Trindade, ver a proposta validada comprova as análises feitas ao longo do Programa. “Construímos um projeto para atender uma problemática que é a sucessão rural. Chegar aqui e saber que ele foi validado, que é viável e pode ser executado, nos traz muita satisfação em ter contribuído com esse estudo”, destacou.

Para a engenheira florestal, Cátia Silva, o sentimento é de missão cumprida. “Foram momentos de muito aprendizado e gratidão. Se tem uma palavra que nos define foi comprometimento. Conciliar a vida pessoal e profissional com esse trabalho e ter a proposta aprovada, mostra que estamos no caminho certo”, afirmou.

A advogada especialista em Direito do Agronegócio, Vanessa Alves, ressaltou a importância de fazer diferença para o setor. “Essa é uma pauta muito importante para o agronegócio e ficamos muito honradas em contribuir de alguma forma”, destacou.

Encontro presencial - Também participaram do terceiro encontro presencial, o gerente de Formação Profissional Rural e Promoção Social do Senar-MT, Gustavo Mocci, a coordenadora de Programas e Projetos Especiais, Nadja Paixão; o supervisor do CNA Jovem, Fabrício Resende e os tutores Daniel Tetilla e Anna Luz Malhado.

Ainda neste ano estão previstos encontros presenciais nacionais, em que Mato Grosso contará com duas representantes: Cátia Silva e Vanessa Alves. O próximo está previsto para novembro.

Programa – O CNA Jovem é uma iniciativa do Sistema CNA/Senar para jovens de 22 a 30 anos, com formação técnica ou superior e vínculo com a agropecuária. Criado em 2014, mais de cinco mil pessoas de todos os estados brasileiros já participaram. O objetivo é desenvolver capacitação em liderança empreendedora, inovação baseada em desafios, proposição de iniciativa de liderança, preparação para sucessão.