ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Paraná

Consultoria direciona ações das comissões locais de mulheres
Campo Mourao

Sistema FAEP/SENAR-PR disponibiliza orientação de aprimoramento de gestão e plano de ação para grupos femininos municipais

28 de setembro 2022
Por CNA

Os eventos das comissões locais de mulheres têm reunido multidões interessadas em assumir o protagonismo da mobilização e organização das demandas do campo no Paraná. Em Cascavel, no início de agosto, por exemplo, 650 mulheres se reuniram em um encontro de produtoras rurais, convocado pelo sindicato local. Essa é apenas uma das ações realizadas pelas 36 comissões locais em funcionamento, criadas com apoio da Comissão Estadual das Mulheres da FAEP (CEMF).

Diante de toda essa movimentação e para contribuir com a organização e mobilização, a FAEP disponibilizou um trabalho de consultoria personalizada. Sete profissionais foram treinados para identificar as demandas de cada localidade. A ideia é captar o espírito de cada um dos grupos e transformar ideias em um plano de ações, com prazos e metas. E os resultados já estão aparecendo.

Em Campo Mourão, um encontro-piloto sobre gestão será realizado ainda em setembro. O evento surgiu como desdobramento da consultoria. “Vamos fazer duas rodas de conversa, dinâmicas, com apresentação objetiva, sobre fluxo de caixa. Ao todo, 12 mulheres vão participar pela manhã e 12 à tarde. Posteriormente, vamos replicar esse evento até todas as mulheres terem a chance de participar”, ressalta a coordenadora local da Comissão Estadual de Mulheres, Larissa Galassini. “O tema foi definido com base no trabalho da consultoria, pois muitas mulheres relataram a necessidade de aprimorar as habilidades nessa área”, justifica.

A personalização faz parte das consultorias prestadas em todas as regiões do Paraná. Antes da análise das ideias e ações de cada comissão local, um formulário é preenchido pelas integrantes. Assim, cada comissão pode definir as prioridades na sua área de atuação. “Nós apresentamos o trabalho que o Sistema FAEP/SENAR-PR vem desenvolvendo com o Programa de Sustentabilidade Sindical [PSS], e no qual estão inseridas as comissões locais. Após analisarmos com a organização local, partimos para colocar ações em um plano de trabalho, com o cronograma para cada etapa. O processo final é validar junto à diretoria do sindicato”, detalha a consultora Michele Piffer.

Participante da consultoria realizada em Cianorte, Eliane Ribeiro Lázaro destaca o papel de organização desenvolvido pelo Sistema FAEP/SENAR-PR. “A partir do momento que começou a ocorrer a consultoria, houve uma mudança de visão imediata. Tudo se tornou mais focado, objetivo, com propósito definido”, compartilha.

0

Campo Mourão

0

Cianorte

0

Goioerê

0

Mariluz

0

Maringá

0

Medianeira

0

Pitanga

0

Realeza

0

Teixeira Soares

0

Ubiratã

Demanda crescente

Conforme os grupos locais passam pelos treinamentos, mais demandas por consultorias têm sido feitas nas mais diversas cidades do Paraná. Kelli Cardoso, técnica do Departamento Sindical do Sistema FAEP/SENAR-PR, reforça que o trabalho está aberto a todas as comissões locais de mulheres. “Nós estamos dando oportunidade para todos os grupos locais passarem pelo aprimoramento e várias dessas células estão pedindo. Temos percebido, mais do que entusiasmo, uma necessidade de organização, um desejo de fazer a diferença e assumir também o protagonismo do campo”, analisa.

Todas as ações de aprimoramento são feitas dentro da contextualização do trabalho da Comissão Estadual de Mulheres da FAEP, que integra o PSS.

Capilaridade

O grupo de abrangência estadual é composto por 17 integrantes, dos municípios de Candói, Uraí, Maringá, Sertanópolis, Toledo, Guarapuava, Castro, Curitiba, Campo Mourão, Santo Antônio da Platina, Juranda, Teixeira Soares, Cascavel, Astorga, Chopinzinho, Realeza, Ivatuba e Rondon. Essa pulverização das coordenadoras permite a capilaridade e agilidade para atender as demandas.

“Temos coordenadoras em todas as regiões do Estado. Desta forma e com apoio dos sindicatos, temos atendido às demandas e realizado muitas ações voltadas para as produtoras rurais”, destaca a coordenadora da CEMF e vice-presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Lisiane Rocha Czech.

Desde a criação, em janeiro de 2021, a CEMF já realizou uma série de ações para estreitar a comunicação entre as mulheres da agropecuária estadual. A formação de comissões locais, visitas técnicas, treinamentos e workshops em temas como energias renováveis, custos de produção e seguro rural estiveram no escopo de trabalho da entidade.

Inclusive, a ampla capacidade de mobilização da CEMF chamou a atenção de outras federações e até mesmo da CNA. A entidade nacional, recentemente, lançou uma comissão nacional de mulheres, estruturada a partir do trabalho realizado pela FAEP. Em agosto, representantes da Federação da Agricultura do Estado de São Paulo (Faesp) e da Federação da Agricultura do Estado de Minas Gerais (Faemg) estiveram na sede do Sistema FAEP/SENAR-PR, em Curitiba, para conhecer detalhes da atuação da CEMF e utilizar os conhecimentos e estratégias adotadas pela comissão paranaense para formar comissões de mulheres nos Estados de São Paulo e Minas Gerais.

Serviço

As comissões locais de mulheres que estiverem interessadas em receber a consultoria ofertada pela FAEP precisam solicitar ao sindicato rural do qual fazem parte, para que este entre em contato com o Departamento Sindical da entidade, no telefone (41) 2169-7963.

Áreas de atuação