ALIMENTAR

É CONSTRUIR

O FUTURO

Mato Grosso

Aproveitamento de alimentos traz nutrição e economia à mesa de mato-grossenses
24022021035329

Os participantes aprendem técnicas importantes para garantir o reaproveitamento do alimento como um todo

25 de fevereiro 2021
Por Senar

Com técnicas de aproveitamento, produtores rurais transformam o excesso da produção de cultivos sazonais em receitas nutritivas e saborosas. Esse é um dos principais objetivos do treinamento de Planejamento e Aproveitamento dos Alimentos ofertado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), em parceria com os sindicatos rurais.

Segundo o instrutor credenciado junto ao Senar-MT, Wanderson Jhones Nunes de Souza, as sobras podem transformar pratos tradicionais em receitas criativas. "Conseguimos produzir a partir da abóbora, por exemplo, doces como beijinho, farinha nutritiva e bolos. Pães e roscas a partir de vegetais, como beterraba, e hortaliças, como couve e espinafre".

Souza conta ainda que os participantes aprendem técnicas importantes para garantir o reaproveitamento do alimento como um todo, evitando assim o desperdício. "Utilizamos cascas, polpa, talos, folhas e sementes. Aproveitamos todas as partes possíveis e conseguimos produzir receitas saudáveis e com muito sabor".

O bolo de abacaxi produzido a partir da polpa e das cascas da fruta, foi uma das receitas preferidas da dona de casa, Ana Lúcia Teixeira Ribeiro. "Eu achei que por utilizar as cascas, o bolo ia ficar amargo, mas não ficou. Produzimos um caramelo como calda e ele ficou delicioso".

Moradora do município de Indiavaí, Ana Lúcia conta que tem aproveitado o tempo livre para participar do máximo de treinamentos. "Gosto muito dos cursos ligados à alimentação. Fora dessa área, fiz o treinamento de atendimento ao cliente, que futuramente pode me auxiliar a empreender no ramo".

APROVEITAMENTO EM TEMPO DE CRISE  - Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 93% da população brasileira joga no lixo 1/3 de todos os alimentos comprados.

Por isso, além de proporcionar um aumento dos fatores nutricionais da alimentação, o aproveitamento integral dos alimentos pode significar também a redução do desperdício e mais economia para a mesa de muitas famílias.